PCM Consultoria | O que pode ser medido, pode ser melhorado!
Escopo do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ): Realizamos serviços de treinamentos presenciais, diagnósticos, consultorias e assessorias em gestão de manutenção e de ativos, para organizações sediadas no Brasil e LATAM.
Escopo Do Sistema De Gestão Da Qualidade (SGQ), consultorias e assessorias em gestão de manutenção e de ativos, Gestão de Manutenção e de Ativos, Melhoria de processos, GPCM, TPM, RCM, Lean, Gestão de estoques
15960
post-template-default,single,single-post,postid-15960,single-format-standard,cookies-not-set,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-3,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-14.4,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

O que pode ser medido, pode ser melhorado!

O que pode ser medido, pode ser melhorado!

Métricas de manutenção são essenciais para medir o desempenho de seus processos e o setor como um todo, interferindo diretamente na qualidade, eficácia e percepção de melhorias a serem ajustadas. As métricas vão ajudar você, gestor, a mensurar e entender aspectos do setor de manutenção, como, por exemplo: Tempo de funcionamento de ativos, quantidade de falhas de equipamentos, tempo gasto em reparos, dentre outros.

Um indicador é uma métrica. Ou seja, um indicador é um dado quantitativo que lhe informa como está a performance de um determinado processo, ativo ou do setor de manutenção, quando comparado com alguns outros dados de benchmarking. Um bom gestor de manutenção deve estar municiado de números que refletem à realidade do setor e com bases nesses números, tomar decisões estratégicas. Com dados e análises, é possível reduzir custos, falhas de ativos, tempo de inatividade e aplicar métodos que potencializem a produtividade e o lucro nas empresas. Você, como gestor de manutenção, tem segurança em tomar decisões com base nos seus indicadores? Pense nisso!



×